Notícias

Guarulhos inicia hoje (11) ampla vacinação contra sarampo na cidade

A Secretaria de Estado da Saúde ampliou a imunização contra sarampo nos jovens na faixa de 15 a 29 anos, considerada mais vulnerável a infecções devido a menor procura pela segunda dose da vacina.

Neste momento, a pasta está mobilizando os municípios de Guarulhos, Osasco, São Bernardo do Campo, Santo André e São Caetano do Sul, onde há circulação do vírus, para realizarem campanhas de vacinação a partir desta quinta-feira (11).

A finalidade é imunizar, nas cinco cidades, mais de 900 mil jovens e adultos nessa faixa-etária. No dia 20 haverá um Dia D de imunização, e o Governo do Estado dará suporte financeiro aos municípios para esta ação.

A pasta estadual solicitou ao Ministério da Saúde doses extras da vacina para imunizar os públicos destes municípios, que devem ser enviadas pelo órgão Federal de modo escalonado no decorrer das próximas semanas.

Quem deve tomar a vacina
O SUS oferece duas vacinas que protegem contra o sarampo: a vacina tríplice viral, que também protege contra a caxumba e a rubéola; e a vacina tetra viral, que protege ainda contra a caxumba, a rubéola e a varicela.

De acordo como Calendário Nacional de Vacinação, a vacinação contra o sarampo está indicada da seguinte forma:

Pessoas de 12 meses a 29 anos de idade têm indicação para receber duas doses de vacina contendo componente sarampo, sendo a primeira dose aos 12 meses com a vacina tríplice viral e uma dose aos 15 meses com a vacina tetra viral (esta dose corresponde à segunda dose da tríplice viral e à primeira dose da varicela).

A tetra viral pode ser dada a crianças até 4 anos 11 meses e 29 dias que não tenham sido vacinadas oportunamente aos 15 meses. Pessoas de cinco a 29 anos não vacinadas ou que estejam com esquema incompleto devem receber a vacina tríplice viral conforme a situação encontrada. O indivíduo é considerado vacinado quando comprovar o recebimento de duas doses de vacina contendo componente sarampo.

Pessoas de 30 a 49 anos não vacinadas têm indicação para receber uma dose de vacina tríplice viral.

Quem comprovar a vacinação contra o sarampo conforme preconizado para sua faixa etária, não precisa receber a vacina novamente.

Com informações da assessoria de imprensa da SES


Compartilhe!